quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Ensinando a Criança à Adorar!




“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”(Provérbios 22:6)

Adorar não é só ficar sentado num banco como um espectador, ouvindo um pastor ou líder falar sobre Deus. È pensar sobre Deus. Adorar é reservar tempo para apreciar quem é Deus é, o que Ele fez e o que está fazendo. É responder a Ele com reverência, louvor e alegriaO primeiro passo para adorar é a aceitação agradecida do presente de Deus para nós.A maneira de mostrar a Deus que nós O compreendemos e apreciamos, é aceitar com gratidão o pagamento que Ele fez pelos nossos pecados quando enviou seu Filho para morrer na cruz. Se aceitarmos Jesus como Salvador, o próprio Senhor virá viver em nós, e compreendermos como Deus é verdadeiramente grande e bom. Depois disso é que começa a verdadeira adoração.Adore a Deus em campanha de outros.Deus quer que nós O adoremos com outros crentes. No Salmo 43.3, Davi nos chama para adorar, dizendo: “Engrandecei o Senhor comigo, e todos, à uma, lhe exaltaremos o nome”. Ir à igreja ou a uma classe de Boas Novas não significa que você está adorando. Você adora quando pensa em Deus ao cantar, orar e aprender a Sua Palavra. Concentre-se em Deus e reúna-se a outros para honrá-lO.Adore a Deus quando estiver sozinho.Você pode adorar a Deus a qualquer hora, em qualquer lugar. Aprenda a viver cada dia pensando sobre Deus e agradecendo a Ele por ser Quem é e pelo que fez. Quando o sol, ou a chuva, baterem em sua janela pela manhã, agradeça a Deus por dar-lhe um novo dia. Entoe uma melodia de louvor enquanto veste. Ajoelhe-se junto à sua cama e adore a Deus, entregando-se a Ele para servi-lO durante o dia. Lembre-se também de que está cercado pelas Suas maravilhas. Aprecie a água quando lava o rosto. Note as cores, os tecidos e os perfumes. Pense sobre a fruta, o leite, o pão que vai comer no café da manhã. A criação de Deus não é realmente prodigiosa? Enquanto vai para a escola, olhe o lindo céu, as árvores, as flores e os animais. Sinta o seu coração batendo, examine os seus dedos em ação. Reflita! O Deus maravilhoso que fez você e todas as coisas passa o dia seu lado. Diga a Ele como está grato pelo Seu amor e pela promessa do Seu cuidado contínuo. Alegre-se com a Sua presença desde o momento de acordo até a hora em que faz a sua oração de boa-noite.Use a Palavra de Deus para ajudar você a adorar.Permita que a Palavra de Deus o ajude a se concentrar n'Ele e nas Sua obras. Os Salmos e muitas outras passagens das Escrituras são palavras de louvor ditas a Deus (1 Crônicas 16.34/ Salmos 95.100), e você pode usar algumas passagens, como o Salmo 23, como oração a Deus para adorá-lO “Obrigado, Deus, por ser meu pastor, por prometer que nada vai me faltar...”Adore a Deus em oração.Outra parte da adoração é falar com Deus e dizer o quanto Ele é maravilhoso. Termine uma dessas sentenças numa oração de louvor a Deus: “Deus eu te amo porque...” “Deus, eu te louvo porque...” “Tu és maravilhoso Deus, porque...”Cantar é um meio de Adoração.Use hinos como “A Jesus quero Amar”; “Louvo ao Senhor, porque é meu criador”; “Graças dou, bendito Senhor”, para ajudar você a dizer a Deus que O amam e lhe dá honra.Faça da oferta um Ato de adoração.Podemos adorar ofertando. Podemos dar a Deus todo o nosso ser – nosso tempo, dinheiro, talentos, corpos, mentes, corações. Você e eu damos tempo a Deus quando praticamos boas ações. Dando dinheiro a Ele, colocando-o na oferta da igreja, para ajudar as pessoas necessitadas, e para sustentar os missionários. Como você pode dar a Deus os seus talentos? Seu corpo? Sua mente? Seu coração? Malaquias 3.10 mostra as maneiras especiais de Deus recompensar a nossa contribuição.Adorar é bom! Os que fazem da adoração uma parte de sua vida diária, descobrem o segredo de uma alegria verdadeira e duradoura (Salmos 91. 1-2/ Isaias 26.3)


Para aqueles que já tem filhos, coloquei logo abaixo uns desenhos para vocês imprimirem e levar para seus filhos pintarem...Então, aproveite enquanto eles colorem(criança ama pintar) e fale um pouco de quem é Deus, e do seu amor por cada criançinha.




Porcurei também na internet uma Biblia que fosse bem a cara das crianças e encontrei essa logo abaixo
Pois é, eu ainda não tenho filhos, mas já fico pensando em como será o rostinho de cada um, e também como eu ensinarei a eles a palavra de Deus, esse mundo que vivemos é tão corrompido não é mesmo? Tantos valores invertidos, tanta criança perdida sem saber o real valor da palavra de Deus. Então é isso gente, usem e abusem de sua criatividade e façam diferença em sua casa. Quando eu era criança, minha mãe fazia cultinho toda noite e quem acertasse mais versiculos ganhava brinde no final do mês. Eu tentava acertar sempre para ganhar meu brinde, hahahahah.
bjs e Fiquem com Deus
Manu

7 comentários:

Matias Borba disse...

Paz do Senhor!

Seu blog foi indicado ao premio olha que blog maneiro, confira em meu blog o que precisa fazer para a premiacao!

Deus abencoe!

...::: Benditas :::... disse...

Oba Matias, vou lá agorinha ver. PAZ

Pr. Téo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr. Téo disse...

Olá "benditas" venho por meio deste agradecer a visita e comentário feito em meu blog e também expressar minha alegria em sentir o compromisso que vcs tem com o Senhor.

Seu blog está uma benção! Além de ter um visual bacana, TEM CONTEÚDO!

Vou indicar para minha esposa e seus amigas.

Que Deus continue vos abençoando! ;)

Dona comadre disse...

Fico muito feliz e honrada, em receber seus elogios pastor Téo. pois sabemos que a caminha cristã é algo diário né? E cada vez alimentando esse blog,com novos textos e novidades do mundo cristã, também alimento meu espirito.Por isso cada dia, quando descubro um novo blog cristã, como o seu, fico muito feliz em ver que Deus tem unido seu povo no único propósito. Pode pedir para sua esposa visitar o benditas sim, ficaremos muito felizes. bjs
Manu

Tia Dulce Moraes disse...

Vim deixar meu carinho e agradecimento pela visita e dizer que seu blog é uma gracinha!
Bjs!

Consultora em Educação disse...

Ambientes barulhentos agridem

Na 22ª. segunda semana de gravidez, a cóclea, órgão que abriga todos os componentes da audição dentro da orelha interna, já está completamente formada. Isso quer dizer que o bebê ouve a mesma coisa que você.

Estudos já demonstraram que o líquido amniótico pode amplificar alguns tipos de som, como os muito graves. A voz da mãe também é amplificada em cerca de 5 decibéis.

Um estudo chegou a mostrar que mulheres que trabalhavam oito horas por dia num ambiente de muito barulho (em volumes que exigiam proteção auricular) corriam mais risco de ter bebês com problemas auditivos.

Além disso, é preciso considerar que um barulho muito forte faz com que o organismo da mãe produza hormônios ligados ao estresse, fazendo o coração acelerar, o que não é bom para a saúde cardíaca do bebê.

Os bebês, desde o útero materno, ouvem e reconhecem vozes. Sabe-se também que são capazes de sentir emoções da mãe, de se assustar e que após o nascimento terão memórias da vida intra uterina.

O psiquiatra canadense Thomas Verny explica no livro “Bebês do Amanhã: Arte e Ciência de Ser Pais”, que desde os primeiros meses de gestação, a criança é capaz de identificar certos acontecimentos.

“Com 4 meses e meio, se você acender uma luz forte na barriga de uma gestante, o bebê vai reagir. Se fizer um barulho alto, ele tenta colocar as mãos nas orelhas. Se colocar açúcar no liquido amniótico, ele vai dobrar a ingestão. Bebês gostam de açúcar! Quando se coloca algo amargo, o bebê para de tomar o líquido e faz cara feia. Eles sentem a diferença entre doce e amargo, reagem à luz, ao toque e ao barulho.”

Vídeo-game e todos os brinquedos sonoros devem ser avaliados pelo som que emitem. “O sistema auditivo é um órgão sensorial extremamente delicado e passível de lesões se for muito carregado, principalmente em bebês, que têm uma sensibilidade auditiva muito apurada. A célula ciliada do ouvido interno do bebê sofre com o ruído excessivo e esse abuso pode acabar levando à sua destruição”, alerta o otorrinolaringologista Jamal Azzam.

A indicação é sempre manter os pequenos longe de ambientes muito barulhentos, seja um local fechado ou na rua, onde o som do trânsito também causa incômodo. Se for inevitável fugir desses locais, o ideal é proteger os ouvidos da maneira certa. “Muitos pais usam algodão para tapar o canal auditivo, mas isso não garante a vedação necessária do som. Uma opção é usar fones de ouvido de boa qualidade que preservem a audição”, finaliza Azzam.

“Há uma região no cérebro chamada “tálamo”. Esta é a parte do cérebro na qual a música é percebida. No tálamo as emoções, sensações e sentimentos são percebidos antes destes estímulos serem submetidos às partes do cérebro responsáveis pela razão. A música, portanto, não depende do sistema nervoso central para ser assimilada imediatamente pelo cérebro. Ela passa pelo aparelho auditivo, pelo tálamo e depois vai ao lobo central.

A “batida” que substitui o ritmo provoca um estado de emoção que a mente não discerne. Desorganiza a química. As batidas graves da percussão afetam o líquido cerebrospinal.
O volume (amplificado) das músicas acima de 50 decibéis prejudica a audição e a saúde cerebral”.

“Cantem-lhe uma nova canção; toquem com habilidade ao aclamá-lo.” (Sl 33:3 – NVI)